20.8.09

Plástico e Metal

Vagueias por aí… Ilustras essa tua postura esculpida cuidadosamente, que encanta tudo e todos; balanças e irradias a tua graça propositadamente trabalhada; ofereces um sorriso de plástico e profecias um discurso repleto de adornos e muito bem decorado.
Acaba com esse metal que te apodrece as entranhas.

25 comentários:

O amanhecer acontece ... disse...

Há tantas pessoas que têm medo de largar a armadura !
Texto magnifico :)

Patricia disse...

Fantástico .
Adorei o teu blog *

Elo. disse...

há quem tenha 2 caras, mas também quem tenha medo e tenta aparentar outra coisa apenas para se proteger.
sinto o que escreves :)

Elo.

Beatriz disse...

Gostei muito!
Beijinhos!:)

Kikas disse...

escreves tão bem :)

Qel disse...

como te compreendo. Com essas pessoas está sempre tudo bem, nem a mais trágica das catástrofes parece passar por eles, nem as que ocorrem mesmo por debaixo dos seus olhos os parecem conseguir abalar, dá até vontade de os abanar e sacudir com fúria, não dá? E cansa conhece-las na sua plenitude, saber que elas não são relamente assim, que no fundo existe outra pessoa tão mais pura do que aquela que aparentam ser. Dá até vontade de sermos dramáticas ao ponto de perceber até onde podemos ir sem que nada os afecte. E, mais uma vez cansa. Um óptimo texto que eu penso ter entendido bem demais até. Um beijinho *

Bárbara. disse...

...

Escondidos por máscaras que, depois de tantos e tantos "séculos", já (nos) parecem ter-se acabado por fundir neles (mesmos).

...as máscaras. A essência. O ser. Onde acaba o escudo e começa a Verdade?...


...E

E, porquê?

:/

Bárbara. disse...

E, sim (porque só agora reparei na imagem a ilustrar), é ASFIXIA



...que os mata e corrói

RGE disse...

:O :O :O :O :O :O

o texto está... lindo, espectacular...

ADOREI mesmo... :D

beijos, continua assim :)

RGE disse...

:O :O :O :O :O :O

o texto está... lindo, espectacular...

ADOREI mesmo... :D

beijos, continua assim :)

AnaLuísa disse...

atrevo-me a dizer que este texto tem uma deliciosa carga de raiva. apesar da dor que causam, ficam espectaculares assim..

beijinho jessica *

Maguetta disse...

Secalhar "ele" não larga a máscara por pura cobardia, mas há muita gente incapaz de o fazer.
O Texto está lindo, e sente-se bem o que tentas exprimir.
Beijo*

Mafalda disse...

Pronunciar-me como, se as tuas palavras me cortam a respiração?

Adorei; adoro :)

Mafii disse...

gostei muito do teu blog. bem escrito e verdadeiro! parabens =) *

Mara disse...

«TU tens medo, tens! Tens medo do Mundo, das pessoas e de ser… E falta-te humildade para o admitires. Tens orgulho a mais que te chicoteia o espírito a cada segundo.»


Obrigado pelo teu comentário e obrigado por me tratares pelo meu nome ^^
também me identifiquei com este texto, especialmente com a frase que seleccionei. Espero que a tua história ainda tenha salvação.

um beijinho doce*

x João a.k.a. Kenjin [ ! ] disse...

Simplesmente fantastico! :D
gosto muito do teu blog, é uma obra de arte cheia de obras de arte xD
passa pelo meu se quiseres ;)
beijoca <3

clarisse Pereira disse...

Está lindo!!

Essa armadura de que falas é o que nos destrói durante a vida!

Mas às vezes é mais fácil fingir, representar um bocado colocando essa máscara! Quando nos damos conta já nem com nós próprios somos nós!
Mas tudo isto não passa de medo..é o medo que nos paralisa!Quando se vence o medo, então tudo fica bem, somos nós finalmente!!

Bjinho=)*

L. disse...

Texto lindo. (:
Adorei o blog.
beijinhos.

luisinha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
luisinha disse...

es uma pessoa bastante querida, bastante jessica! e desculpa eu fui mesmo burra, porque nao vi sequer aquele teu post em que alguem te disse isso mesmo, que es demasiado jessica... desculpa, agora que sei desse post ainda me culpo mais por ter usado algo tao teu...desculpa. minha nova amiga <3
assim espero *

luisinha disse...

linda

Catarina' disse...

Por vezes pensamos que os voos que os outros têm são os melhores, os mais perfeitos e o melhor resultado da perfeição de quem voa! Mas na mesma proporção de vezes que invejamos os voos (supostamente) perfeitos, tambem descobrimos que cada viagem e manobra cuidadosamente feita não é senão mais, fruto de uma farsa. Uma farsa que aqueles que julgámos seguros, corajosas, destemidos, levam para esconder os proprios medos e as inseguranças.

As manobras que ensaiam e depois mostram ocultam as quedas que dariam em voos arriscados. As piruetas bonitas e seguras que revelam escondem as desistências que tiveram quando o voo nao era totalmente seguro.

Adorei este texto.

Tens imenso jeito com as palavras.

Gisela C. disse...

Eu já te tinha dito que este texto estava fenomenal. Adoro-o! Vives tanto as coisas. Cortas-me a respiração :)

Beijinho @


[Tenho mesmo orgulho na tua grandiosidade! És um exemplo de ser humano! *.*]

Patrícia Vidal disse...

Como já te tinha dito... O texto está...! Não podias ter dito mais nada porque se enquadra mesmo na situação! E quem não sabe admira-te o texto e a forma como escreves, e o jeito com que te moldas com as palavras... Eu, admiro-te a TI, por saberes enquadrar mesmo mesmo na perfeição o texto, com as circunstâncias! É que não podias mesmo ter colocado nem mais uma vírgula! Eu leio o texto e vejo-te a ti e a pessoa que ambas sabemos... Eu leio o texto e lembro-me de tudo o que passam e passaram e que ainda poderão passar! Oh, a minha Jessica <3

Gosto muito de ti meu amor @

Inês disse...

Texto muito bom (: